nem sei como desatar o nó. uma pessoa passa a vida a calafetar os poros por onde saem as emoções e chega um dia em que as quer pôr em palavras e já não consegue.

o nó dos enganos. o nó das esperanças mal fundadas. o nó da felicidade tão perseguida e tão pouco apercebida.

terei sempre virado enganada no próximo cruzamento? ou terei ouvido mal a explicação do caminho? é falta de sentido de orientação com certeza.

cessar a busca. não esperar nada dos outros. do amor. do corpo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s