Caminho

Imagem

há tanto tempo que caminho

e o caminho nunca se faz

procuro uma paragem.

onde possa encontrar paz

uma porta que se abra

um rosto na janela

uma promessa de colo.

E eu entro nesse ventre

e já não há destroços, nem dor, nem desilusão

há uma pele que se confunde com a minha

e onde as palavras colam 

e os gestos… esses são sílabas,

colados rentes ao coração.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s